Menu fechado

No desenvolvimento de software dos mais diferentes níveis de criticidades, a Equatorial investiu em três elementos principais:

  • Profissionais criativos e altamente motivados, com diferentes conhecimentos;
  • Um conjunto de ferramentas de elaboração, controle e simulação;
  • Atendimento à normas e padrões da ECSS (European Cooperation for Space Standardization).

A equipe está apta a trabalhar em todas as fases de um projeto de software, incluindo as atividades de levantamento de requisitos, definição de arquitetura, modularização, implementação, testes de validação, verificação e operação, manutenção e planos de fim de operação. A empresa possui experiência nos mais variados campos de atuação exigidos pelos clientes da área aeroespacial e os principais trabalhos estão divididos em: simulações, equipamentos de solo e equipamentos embarcados.

Simulações

A Equatorial já desenvolveu códigos para simulações computacionais de fenômenos físicos, simulação de cargas úteis e outros computadores embarcados, algoritmos computacionais e processamento de dados em plataformas/linguagens de terceiros, proprietária ou livre, como:

  • LABVIEW;
  • INVENTOR, ANSYS, ALTIUM, GEANT4;
  • SPICE, MODELSIM, MATLAB/SIMULINK;
  • SCILAB, FORTRAN, C.

Além disso, para o atendimento de requisitos da área espacial, a empresa desenvolveu seu próprio software de análise térmica, o SATER 100, conforme pode ser consultado na seção “Projetos”.

Equipamentos de suporte

A Equatorial participou de todos os principais projetos do programa espacial brasileiro e também de projetos científicos em países vizinhos, como os observatórios PIERRE AUGER e SOAR, detalhados na seção “Projetos”. Entre seus principais trabalhos na área, estão os softwares para equipamentos de suporte em solo (GSE) para sistemas espaciais e softwares para controle de dispositivos mecatrônicos. Para esses dispositivos são desenvolvidos softwares para coleta de dados, análise, simulação, controle, testes e outras funcionalidades.

Entre as atividades desenvolvidas pela equipe, é possível citar:

  • Análise de requisitos de clientes;
  • Definição da arquitetura de software;
  • Programação e integração de bibliotecas;
  • Simulação e depuração;
  • Integração hardware/software;
  • Interfaces de comunicação: USB, GPIB, RS-232/422/485, Ethernet, ModBus, MIL-STD-1553, entre outras;
  • Especificação e procedimentos para testes de aceitação.

Equipamentos embarcados

A área de software para equipamentos embarcados é uma das mais carentes de desenvolvimentos no setor aeroespacial brasileiro. A Equatorial tem investido fortemente em pesquisa e desenvolvimento para sistemas embarcados e hoje já possui capacitação e experiência em desenvolvimento de software para computadores na arquitetura convencional ou IMA, com sistemas de tempo real.

Principais tecnologias e ferramentas usadas:

  • Linguagens de programação: Standard – C, ADA e Orientado Objeto – C++, Java;
  • Ambientes de tipo: Windows Linux e Unix Tempo real (RTMS);
  • Desenvolvimento de interface gráfica: Visual Studio Qt Designer;
  • Concepção de arquitetura complexa: UML;
  • Controle da configuração: Clearcase, SubVersion, Doors;
  • Ferramentas de testes: RTRT (IBM Real Time Rational Test) e RAPITA;